Propostas aceitas - XIX Congresso ABPI (outubro 2021)

TÍTULO DO SIMPÓSIO:

O lugar da palavra: história, política, sociedade em tradução

PROPONENTES:

Aislan Camargo Maciera (USP) - aislan@usp.br

Aline Fogaça dos Santos Reis e Silva (UFRGS) - alinefogacareis@gmail.com

Gesualdo Maffia - gesualdo.maffia@gmail.com

PROPOSTAS ACEITAS (comunicações orais / pôster)

TEXERE A HISTÓRIA: NOMENCLATURAS E REPRESENTAÇÕES COMO JANELAS CULTURAIS

Soraya Aparecida Álvares Coppola (doutora UFMG)
Maryelle Joelma Cordeiro Mourão (doutora UFMG)
Maria Luiza Gomes de Faria (graduanda UFMG)

O Renascimento italiano efetivou em todas as áreas do conhecimento modus diversos quanto à percepção do mundo, sendo a cidade o locus de movimento e registro de suas materializações. A literatura italiana produzida entre os séculos XV-XVII nos permite verificar processos históricos, culturais, sociais e artísticos em que diferentes relações são construídas. As nomenclaturas que envolvem o universo sociocultural em torno aos vestuários, materiais têxteis e ao saber fazer permitiu verificar a construção de uma nova relação entre imagens e palavras. Para esse levantamento, foi realizada a tradução da obra contemporânea A Capo coperto - Storie di donne e di veli de Muzzarelli (2016), na qual foi feito o levantamento do vocabulário específico de vestuários, acessórios e materiais têxteis e os diversos significados sociais a eles incorporados. Além de seu valor histórico, a obra apresenta importante valor linguístico, campo rico a ser explorado na área da tradução. As terminologias estudadas foram lexicograficamente definidas, seguindo-se os pressupostos propostos por Biderman (1998) e Abbade (2011), e organizadas em três núcleos principais: moda, espaço/tempo e sociedade. Paralelamente, o levantamento iconográfico e de nomenclaturas está em desenvolvimento com a obra Habiti Antichi, de Cesare Vecellio, do século XVI. Entre as palavras e as imagens, encontramos um mundo material cuja representação iconográfica carrega sentidos mais amplos, criando janelas históricas e culturais que permitem à contemporaneidade se efetivar como espectadores do passado, como receptores de memórias. Finalmente, pretende-se apresentar uma reflexão quanto à importância do processo de tradução e análise do valor linguístico junto à Arte.

PALAVRAS-CHAVE: Tradução, Nomenclaturas, Imagem, Linguística, História da Cultura

REFERÊNCIAS:

ABBADE, Celina Márcia de Souza. A lexicologia e a teoria dos campos lexicais. In: Cadernos do CNLF, Rio de Janeiro: CIFEFIL, vol. XV, n. 5, t. 2, p. 1332-1343, 2011.

BIDERMAN. M. T. C. “Dimensões da Palavra”. In: Filologia e Linguística Portuguesa. N.2. São Paulo: Humanitas, FFLCH/USP, 1998.

MUZZARELLI, M.G. A Capo coperto - Storie di donne e di veli. Il Mulino, Bologna, 2016.

VECELLIO, Cesare. Habiti Antichi overo Raccolta di figure delineate dal gran Titano, e  da Cesare Vecellio suo fratello, diligentemente intagliate, conforme alle Nationi del  Mondo. Libro utilissimo a pittori, disegnatori, scultori, architetti et ad ogni curioso, e peregrino  ingegno. Venezia, Combi & La Nou, 1664.