Propostas aceitas - XIX Congresso ABPI (outubro 2021)

TÍTULO DO SIMPÓSIO:

#italianoparatod@s: políticas, práticas e perspectivas do italiano no Brasil

PROPONENTES:

Cristiane Maria Campelo Lopes Landulfo de Sousa (UFBA) - cristianelandulfo@gmail.com

Daniela Aparecida Vieira (Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) Perus I - São Paulo-SP) - daniela.apvieira@yahoo.com.br

PROPOSTAS ACEITAS (comunicações orais / pôster)

COMUNIDADE ITALICA: LÍNGUA, LITERATURA E CULTURA ITALIANAS EM AMBIENTE VIRTUAL

Darius Emrani (Itálica)
Gabrielle Cristina Baumann Salvatto (doutoranda USP)

Considerando os tempos em que vivemos, quando a tecnologia da informação vem avançando e possibilita novas formas de utilização, é inegável sua relevância em contextos educativos (LIMA, 2021). Ao falarmos especificamente a respeito do ensino de língua e cultura italianas no Brasil, sabe-se que nos últimos anos tem havido um aumento de canais e sites que produzem conteúdos e propõem um diálogo com os estudantes por meio da internet, repensando e buscando alterar o panorama de que o italiano seja uma língua estudada apenas pelas elites no país. Embora ainda exista um longo percurso para que, de fato, os novos espaços educativos em ambiente virtual sejam acessíveis e contemplem visões de transformação da realidade (FREIRE, 2014), canais e sites sobre língua e cultura italianas, sejam eles administrados por escolas ou não, têm facilitado e promovido o acesso de diferentes camadas da sociedade ao estudo. Nesse sentido, buscaremos, com este trabalho, apresentar exemplos de atividades desenvolvidas pela escola Italica em seus canais do Youtube e Instagram - ambos com mais de 100 mil inscritos - que contemplem a proposta de ensinar a língua italiana por meio de novas tecnologias, bem como reafirmem a necessidade da reflexão contínua por parte dos professores e pesquisadores da equipe. Dessa forma, almeja-se a realização de novas práticas pedagógicas que possam contemplar aspectos linguísticos, mas que também visem à democratização do ensino e a uma relevância a aspectos culturais, apresentando uma significação mais concreta para a aprendizagem, considerando, ainda, características e dificuldades do aprendiz brasileiro (KUMARAVADIVELU,2003).

PALAVRAS-CHAVE: Ensino de língua italiana, Ambiente virtual, Democratização do ensino

REFERÊNCIAS:

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 49. ed., São Paulo: Paz e Terra, 2014.

KUMARAVADIVELU. Beyond Methods: Macrostrategie for Language Teaching. New Haven: Yale University Press, 2003.

LIMA, José Maria Maciel. Plataforma Moodle: A educação por mediação tecnológica. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 06, Ed. 01, Vol. 09, pp. 53-73. Janeiro de 2021. ISSN: 2448-0959: Disponível em: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/educacao/plataforma-moodle. Acesso em: 03 jun. 2021.