Propostas aceitas - XIX Congresso ABPI (outubro 2021)

TÍTULO DO SIMPÓSIO:

#italianoparatod@s: políticas, práticas e perspectivas do italiano no Brasil

PROPONENTES:

Cristiane Maria Campelo Lopes Landulfo de Sousa (UFBA) - cristianelandulfo@gmail.com

Daniela Aparecida Vieira (Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) Perus I - São Paulo-SP) - daniela.apvieira@yahoo.com.br

PROPOSTAS ACEITAS (comunicações orais / pôster)

A TAXONOMIA DE BLOOM COMO ESTRATÉGIA DE APRIMORAMENTO AOS LIVROS DIDÁTICOS PARA O ENSINO CRÍTICO DE LE (ITALIANO)

Ana Paula Miranda Mendes (mestranda UFPR)
Paula Garcia de Freitas (docente UFPR)

Costumeiramente, os livros didáticos são materiais pedagógicos postos como elementares no ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras (LE). Entretanto, na abordagem comunicativa, tais materiais acabam sendo criticados por não auxiliarem integralmente os professores/alunos a alcançarem o objetivo primeiro que é desenvolver as quatro habilidades na LE. Sem alcançar essas quatro habilidades, torna-se ainda mais difícil que o professor seja capaz de desenvolver alunos críticos que sejam capazes de analisar, avaliar situações e efetivamente agir na LE. O seguinte trabalho visa apresentar análise de dois livros de italiano como língua estrangeira: Al Dente 1 (2017) e Arrivederci 1 (2011), fundamentada na Taxonomia de Bloom Revisada (FERRAZ e BELHOT, 2010), que procura classificar, ordenar e categorizar hierarquicamente os objetivos de aprendizagem de acordo os níveis de complexidade cognitiva desejados e planejados nas atividades propostas em sala de aula (MENDES, 2019). A observação desses resultados permitiu concluir que, embora os livros se apresentem como materiais que ajudam no desenvolvimento das quatro habilidades, a maior parte das atividades parece apontar para o desenvolvimento das habilidades de compreensão, pois os comandos dados aos alunos estão, principalmente nas duas primeiras categorias propostas por Bloom: Lembrar e Entender. É a partir dessa análise que surge uma proposta de aprimoramento aos livros didáticos em que os demais objetivos cognitivos da Taxonomia sejam amplamente trabalhados, ajudando os alunos a desenvolver a capacidade de analisar as situações comunicativas criticamente.

PALAVRAS-CHAVE: livro didático, Taxonomia de Bloom, ensino de LE

REFERÊNCIAS:

ANDERSON, L. W. et. al. A taxonomy for learning, teaching and assessing: a revison of Bloom’s Taxonomy of Educational Objectives. Nova York: Addison Wesley Longman, 2001.

BELHOT, R. V.; FERRAZ, A. P. C. M. Taxonomia de Bloom: revisão teórica e apresentação das adequações do instrumento para definição de objetivos instrucionais. Gest. Prod. Vol. 17. São Carlos, 2010.

BIRELLO, M. et al. Al Dente: l’italiano al punto giusto! 1ª ed. Itália: Casa Delle Lingue, 2017.

COLOMBO, F.; DE LUCA, P.; FARACI, C. Arrivederci! 1 For english speakers. 1ª ed. Itália: Edilingua, 2011.

FREITAS, P. G. Os efeitos de duas estratégias de ensino, uma implícita e outra explícita, na aprendizagem do presente e do passato prossimo do italiano como língua estrangeira. Tese (Doutorado em Linguística), Centro de Comunicação e Expressão, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

MENDES, A. P. M. Análise de verbos de comando das atividades de dois livros didáticos de italiano como língua estrangeira: Al Dente 1 e Arrivederci 1. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras Italiano-Português - Setor de Ciências Humanas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2019.